Partners Comunicação Pro Business

Conheça 6 tipos de liderança e como os liderados os percebem

Ao falar de liderança, logo se imagina um líder alegre, proativo e motivador. Porém, é preciso ter em mente que existem vários tipos de liderança e momentos distintos para que ela seja desenvolvida. Um dos fatores de sucesso de uma empresa é a relação do líder com os seus liderados. Esse vínculo influencia diretamente no desempenho da organização e nos processos de comunicação construídos dentro dela.

Um bom líder é aquele que conduz a sua equipe aos objetivos necessários, mas para isso existem diversos caminhos. Por isso, mostraremos neste conteúdo os tipos de lideranças e como trabalhá-los. Veja quais as características de um bom líder e quais os tipos de liderança existentes!

A importância do desenvolvimento de um líder

Um líder é uma pessoa com comportamentos ordenadores e motivadores que levam outras pessoas a alcançarem seus objetivos. Por mais que se tenha uma idealização de um modelo de líder, é preciso entender que nem sempre haverá padrões de comportamento encontrados em todos os tipos de liderança. 

Dessa forma, saber liderar é um conjunto de habilidades que, ao ser colocado em prática, faz com que o grupo liderado trabalhe para atingir um objetivo em comum. Veja algumas atitudes positivas que deve ser comuns a todos os líderes de sucesso: 

  • apresentar ideias e abrir espaço para sugestões da equipe;

  • compartilhar problemas e buscar a solução em conjunto;

  • integrar colaboradores e setores diferentes;

  • promover a competitividade saudável; 

  • ter empatia com os funcionários;

  • estar aberto a receber críticas e feedbacks;

  • ter inteligência emocional;

  • prezar pelo relacionamento interpessoal;

  • incentivar o crescimento da sua equipe.

É claro que um líder não precisa se tornar amigo íntimo dos seus liderados. Mas manter um relacionamento saudável e amistoso, certamente, melhorará o clima da empresa e transformará o local em um espaço mais colaborativo. Além disso, um bom líder sabe ser transparente e assumir a culpa sobre os problemas que acontecem ligados a sua gestão.

As empresas devem se preocupar cada dia mais com o desenvolvimento de seus líderes. Elas precisam desenvolver programas de capacitação, com treinamentos e consultorias no assunto. O media training, por exemplo, é um dos treinamentos complementares que auxiliam porta-vozes a se tornarem também bons líderes e pessoas influentes. 

6 tipos de liderança 

Ao se tornar um líder, é preciso se preocupar com a sua posição de destaque e entender o poder de influência que você tem sobre as outras pessoas. Se você pretende liderar um time ou entender a forma de liderar de outras pessoas, é preciso aprender mais sobre as lideranças. Conheça os tipos: 

1. Líder autocrático

A liderança autocrática tem o foco no seu líder. O gestor é o centro das decisões e, por isso, centralizador. O liderado não tem espaços para opiniões e sugestões e precisa se contentar com as ordens dadas. Esse é um estilo bem conhecido pela maioria dos colaboradores, que em algum momento da carreira profissional, já se deparou com esse tipo de gestor.

Esse tipo de liderança causa bastante insatisfação aos colaboradores, pois desmotiva a equipe e transforma o ambiente em um local de disputas e conflitos. Nessa situação, os liderados criam grupos internos que se protegem e trabalham apenas para cumprir metas, sem pensar no bem comum da empresa. 

2. Líder situacional 

Na liderança situacional, a ênfase é na maturidade e situação dos colaboradores. Há quatro níveis de desenvolvimento do liderado e isso exigirá diferentes estilos de abordagem do líder.

Com diversos níveis de maturidade dos funcionários, os líderes bem-sucedidos devem se adaptar a essas necessidades. Nesse caso, a maturidade é reconhecida pela capacidade de execução do trabalho e motivação do subordinado em relação à situação que ele precisa executar.

Veja os níveis de desenvolvimento: 

  • para colaboradores com baixa habilidade e alto empenho, o líder deve auxiliar e fornecer direcionamentos para desenvolver as habilidades do funcionário;
     
  • para colaboradores com alguma habilidade, mas baixo empenho, o líder deve fornecer a direção e os estímulos necessários para o restabelecimento do empenho;
     
  • para colaboradores com média e alta habilidade e empenho variável, o líder deve desenvolver outras habilidades e reestabelecer o empenho;
     
  •  para colaboradores com muita habilidade e alto empenho, o líder deve delegar responsabilidades. 

3. Líder democrático

A liderança democrática tem o foco no líder e no liderado. Ela busca encorajar os funcionários a participarem e os incentiva a darem sugestões e opiniões. Nesse cenário, o papel do líder é ser um democrata que facilita os processos e desenvolve as soluções. Além disso, esse tipo de líder também se preocupa com a qualidade de vida e satisfação da sua equipe. 

O líder democrático é participativo, oferece dicas, esclarece dúvidas e dá feedbacks claros para auxiliar o desempenho dos membros da equipe. A liderança democrática favorece o relacionamento de equipes e chefias, uma vez que a comunicação flui com liberdade e as pessoas se sentem livres para exporem críticas e desejos. Assim, o ambiente se torna mais produtivo e as tarefas são mais bem executadas.

4. Líder coaching

Na liderança coaching, a ênfase é dada na performance dos colaboradores. O líder deve trabalhar para identificar as habilidades de sua equipe e ajudá-la a melhorar o potencial de desenvolvimento. Líder e equipe trabalham em prol de um mesmo objetivo e o clima de confiança e comunicação interna são mantidos.

O líder coaching vai estimular a visão positiva do grupo e trabalhará para que cada liderado reconheça sua importância e expectativas dentro da empresa. Esse tipo de líder expressa um verdadeiro interesse pelo aumento da performance de sua equipe, incentivando cada membro a estabelecer planos de melhoria de desempenho.

5. Líder liberal 

Na liderança liberal, o foco é dado ao liderado. Esse tipo de liderança tem as suas críticas, pois ao dar muita liberdade aos colaboradores, eles podem, com o passar do tempo, diminuir a produtividade devido a falta de líderes representativos. Mesmo que os funcionários sejam bem-intencionados, a falta de um gestor representante pode causar discussões e descontrole.

Esse tipo de liderança, entende que os colaboradores já são maduros o suficiente e, por isso, não necessitam de acompanhamento constante. Assim, o gestor se ausenta com frequência, não fornece orientações, críticas ou feedbacks ao grupo. O líder crê que a liberdade trará autonomia aos liderados, porém a pouca referência de qualidade costuma prejudicar o desempenho geral da empresa.

6. Líder visionário 

O líder visionário tem um perfil empreendedor e busca conhecer e antecipar tendências do mercado. A expectativa é encontrar novas oportunidades, escolher quais são as melhores e depois traçar estratégias.

Como ele conhece bem seus liderados, ele pode atribuir afazeres de forma justa e alinhada com as principais características de cada membro da equipe. Assim, esse líder consegue reconhecer e valorizar cada pessoa de forma única. 

Portanto, quando um líder está bem preparado, é possível reconhecer as necessidades de seus colaboradores e adaptar a sua liderança de acordo com a necessidade da organização. É a maneira de liderar pessoas que vai influenciar, positivamente ou negativamente, o funcionamento de uma empresa. Você conhece mais alguns tipos de liderança? Deixe seu comentário no post!

No Comments
Post a Comment