Partners Comunicação Pro Business

Supere as 5 principais barreiras da comunicação nas empresas

A comunicação nas empresas é essencial às operações, pois permite atrair clientes, alinhar e engajar talentos, gerenciar crises e construir uma marca diferenciada no mercado. No entanto, existem barreiras da comunicação que devem ser identificadas, neutralizadas e corrigidas.

Para te ajudar nessa missão, reunimos uma série de informações e dicas sobre o tema. Boa leitura!

1. Falta de fortes canais de comunicação

A boa comunicação depende de vários elementos, como o emissor, receptor e mensagem (conteúdo). Sem eles, é impossível que a comunicação ocorra. Mas há outro elemento tão importante quanto: o canal. Em resumo, é o meio que leva a mensagem do emissor até o receptor, uma espécie de condutor.

Infelizmente, muitas empresas deixam a desejar nesse ponto. Contam apenas com os canais mais básicos, frágeis, e acabam não dialogando como deveriam com o seu público de interesse. Nesse caso, a solução é integrar mais canais de comunicação e estimular toda a liderança, a partir do CEO, no diálogo com seus liderados.

2. Excesso de burocracia no trabalho

Até certo ponto, a burocracia é um benefício, pois cria quesitos mínimos para a realização das coisas. Por exemplo, ninguém quer abrir uma conta no banco com a mesma facilidade que compra um pão, pois assim estaria sujeito a fraudes e crimes financeiros. Mas a burocracia em excesso é um problema e afeta a comunicação.

Por causa disso, uma medida importante é desburocratizar a relação com o público interno e externo, tornando-a mais dinâmica e agradável. Tanto quanto possível, elimine formulários, requisições e petições, depois integre canais digitais e ágeis de comunicação. Assim, é possível reduzir a burocracia e aperfeiçoar o diálogo.

3. Barreiras psicológicas e presenteísmo

Para entender a barreira psicológica, é preciso descobrir o que é presenteísmo. Muitos profissionais faltam ou se atrasam ao expediente, sendo assim, não estão presentes de corpo na empresa — isso é absenteísmo. Outros, porém, até estão na empresa, mas suas mentes estão vagando em outro lugar — isso é presenteísmo.

Na atualidade, uma das principais barreiras à comunicação é a falta de atenção. Profissionais, clientes, líderes e empresários que até estão fisicamente na empresa, mas seus pensamentos estão distantes e dão pouca atenção ao que é dito. Para mudar esse quadro, é importante criar um ambiente agradável, onde as pessoas gostem de estar.

4. Ruídos semânticos na conversação

A barreira semântica é a barreira de significado das palavras. Para ficar mais claro, imagine um advogado conversando com seu cliente. Se ele optar por usar termos técnicos da área jurídica, é possível que o receptor da mensagem saia com mais dúvidas do que esclarecimentos. Logo, não houve uma comunicação efetiva.

Para evitar essa barreira, é necessário ter consciência de quem é o receptor da mensagem. Se ele não conhece as gírias ou termos técnicos usados, opte por uma linguagem mais genérica e de fácil acesso. Esse tipo de ruído no diálogo é mais comum em áreas como o direito, engenharia, filosofia e outras especializações.

5. Barreiras físicas e externas à empresa

Buzinas de carros e trânsito. Aparelhos de som com jingles de Natal. Barulho de construções. Há muitos ruídos externos à empresa e que podem atrapalhar a comunicação, estes compõem a categoria de barreiras físicas. Nem sempre é possível evitá-los, por isso é preciso se planejar para mitigar os transtornos.

Existem muitas saídas possíveis. Primeiro, pode-se verificar se o incomodo não está ferindo nenhuma lei estadual ou municipal. Grandes centros urbanos têm leis rígidas quanto aos ruídos. Segundo, é possível criar um ambiente mais resistente aos sons externos, com vidros e coberturas antirrúidos. Ou, ainda, tentar negociar com o “vizinho barulhento”.

Enfim, existem muitas barreiras da comunicação, do presenteísmo até sons externos. É preciso estar atento, se antecipar aos ruídos e garantir uma comunicação eficaz com o público de interesse, objetivando uma boa experiência. Desse modo, todos serão beneficiados — consumidores, funcionários, líderes, sócios e o próprio negócio.

Agora que conhece as principais barreiras da comunicação, aproveite para continuar aprendendo conosco. Siga-nos nas redes sociais — estamos no LinkedIn, Twitter e Facebook.