Partners Comunicação Pro Business

Vendarketing: só há vantagens em alinhar marketing e vendas

Vendarketing é uma expressão criada para referir-se à integração que acontece entre os setores de marketing e vendas. A integração de áreas dentro de um negócio é importante para a manutenção da empresa, porém, entre marketing e vendas, essa junção torna-se um diferencial para atrair e reter clientes.

Independentemente do tamanho da sua empresa, para chegar ao máximo do seu potencial, é indispensável utilizar as estratégias desenvolvidas no vendarketing.

Essa metodologia consegue aumentar o ROI — Retorno sobre o Investimento — e a receita do seu negócio.

Portanto, se você quer aprender a tornar os setores de marketing e vendas mais próximos e descobrir as vantagens dessa metodologia, continue lendo este post!

Como funciona o vendarketing?

A expressão vendarketing não foi criada no Brasil, muito menos essa metodologia. Essas estratégias já são conhecidas e utilizadas em outros países com o nome Smarketing, que é a junção de sales (vendas) + marketing.

O principal objetivo desenvolvido é manter o alinhamento entre os times dos dois setores. Dessa forma, ambos conseguirão extrair o máximo de resultado de cada ação, aumentando o potencial de geração de receita de um negócio.

Exemplificando: os resultados ficam prejudicados quando há uma certa disputa entre os dois setores para ser o melhor da empresa.

Muitas vezes, o time de marketing preocupa-se apenas com a geração de leads e deixa toda a responsabilidade do fechamento com o setor de vendas.

Quando o gestor consegue preparar e alinhar o time de vendas e o de marketing para trabalharem juntos, essa necessidade de ser o melhor não existe mais.

Ao perceber que, juntos, são indispensáveis, os dois setores farão de tudo para que aquela compra seja concluída, independentemente de quem foi o responsável pelo contato ou conversão.

Portanto, aplicar e construir o vendarketing em uma empresa significa criar times prontos para tirarem dúvidas, criarem conteúdos, gerarem leads, abordá-los e concluírem a compra sem preocupar-se com créditos.

O foco principal é o aumento do faturamento e os lucros obtidos.

Quais são os benefícios dessa estratégia?

Antes do vendarketing, atritos entre as duas áreas eram constantes. Isso acontecia porque as entregas nem sempre eram claras e cada um trabalhava em seu setor, sem nenhum tipo de conexão ou parceria.

Porém, essa junção mudou a forma de trabalhar e trouxe muitos benefícios. Confira:

Melhora na experiência dos clientes

Nada é mais chato ou cansativo para um cliente que está quase fechando uma venda do que desalinhamento de discursos e linguagem.

Se o cliente se interessou pela marca por todos os motivos que foram construídos pelo marketing, por meio de branding, anúncios e conteúdos, o setor de vendas precisa seguir esse discurso.

Por isso, a primeira vantagem apresentada por essa junção é o alinhamento do discurso e dos objetivos. O potencial cliente não pode sofrer uma quebra de expectativas no momento em que os setores mudam.

Ele precisa perceber que está falando com a mesma empresa e que o processo é apenas um encadeamento de ações.

Melhora na comunicação das equipes

Quando o objetivo dos setores é comum, a comunicação também melhora e torna-se mais constante.

Por exemplo, se antes o setor de marketing era responsável por gerar 100 leads e o setor de vendas era responsável por fechar 20 deles, no vendarketing, esse objetivo é comum.

Ambos são responsáveis por gerar cadastros e fechá-los, ou seja, é responsabilidade das duas equipes trabalharem para atingirem as metas.

Assim, é inevitável que a comunicação aumente e melhore, pois o contato será necessário para que tracem objetivos e dialoguem sobre possíveis mudanças.

Além disso, a passagem dos leads no funil de vendas será mais rápida e o trabalho será mais eficiente.

Aumento de oportunidades

Quando os dois setores trabalham de forma independente, eles não se preocupam com as metas dos outros setores.

Assim, o marketing ficava responsável por gerar cadastros, e o setor de vendas, por fechá-los. Porém, ao gerar muitos leads, o setor de marketing não dá oportunidade de o setor de vendas entrar em contato com todos eles.

Portanto, gerar muitos leads não é sinônimo de bons resultados. Ao realizar uma curadoria melhor dos contatos, o setor de marketing pode preparar os melhores e os mais propícios a fecharem um negócio e repassá-los ao setor de vendas.

Dessa forma, haverá um equilíbrio no número de contatos gerados e de clientes convertidos, aumentando, assim, as oportunidades e as vendas.

Melhora nas metas e na previsibilidade

O vendarketing é uma estratégia baseada em métricas. Por isso, organizá-las de forma clara e realista é importante para o negócio.

Assim, os principais objetivos devem ser: não gerar mais leads do que o time de vendas pode atender e gerar cadastros suficientes para a manutenção das metas.

Com o passar do tempo, a previsibilidade será maior e, portanto, será possível analisar e mensurar quais são os números que atendem a esses objetivos.

Com as técnicas do vendarketing e as métricas estabelecidas, você conseguirá definir quanto o seu time gerará de receita nos próximos meses, prevendo investimentos ou reduzindo gastos.

Essa previsão ajudará a elaborar um plano de ação para crescimento e desenvolvimento em longo prazo.

Como definir um Service Level Agreement (SLA)?

O SLA, ou Service Level Agreement, é um acordo de nível de serviço. Mas o que isso significa? Basicamente, ele é um acordo entre as duas áreas, marketing e vendas, para a busca de um alinhamento e de um trabalho perfeitos.

Esse acordo busca determinar qual o papel de cada equipe, estabelecendo metas e definindo como e quando será realizada a transição do lead e como será a abordagem.

Ou seja, o SLA é o documento responsável por alinhar os objetivos das duas áreas. Isso evita que haja sobrecarga de um setor ou que a expectativa seja maior sobre um único departamento.

Veja algumas dicas para estabelecer um SLA perfeito:

  • estabeleça os objetivos para o negócio;
  • defina os limites de atuação de cada equipe;
  • documente tudo o que for decidido;
  • comunique-se constantemente;
  • acompanhe as métricas e KPIs;
  • adapte as estratégias ao longo do tempo;
  • faça análise de resultados em conjunto;
  • trace novas métricas periodicamente.

Depois deste post, ficou claro como o vendarketing é importante para as empresas. Além disso, trabalhar com um CRM — Customer Relationship Management — que já tem o histórico de interações do lead pode ser interessante para conhecer melhor o potencial cliente.

Portanto, quanto mais alinhados estiverem os times de marketing e vendas, menores serão as chances de erros, reclamações e falhas nas metas.

Sendo assim, cada time compreenderá sua função e terá uma visão completa do sistema de geração de cadastros e realização das vendas.

Gostou deste texto? Então, compartilhe-o nas redes sociais!

No Comments
Post a Comment