Partners Comunicação Pro Business

6 tipos de conteúdo que não podem faltar na sua estratégia digital

Muito se fala em entregar conteúdos de qualidade, como uma forma de atrair novos clientes, gerar autoridade no mercado e fortalecer a presença da marca no mundo online. Mas, como fazer isso diante das preferências de cada visitante?

Primeiramente, é necessário entender a diferença entre tipos de conteúdo e formatos de conteúdo.

Formato é simplesmente a forma como o conteúdo é entregue, se em vídeo, texto, áudio etc. Já o tipo, refere-se às possibilidades de diferenciação dentro de cada formato. Um vídeo pode ser curto ou longo, por exemplo.

Nesse texto serão apresentados os 6 tipos de conteúdo que não podem faltar na sua estratégia digital. Portanto, se a sua intenção for realmente criar uma forte presença online e melhorar o engajamento de seus visitantes, continue a leitura!

1. Webinars

Quer interagir pra valer e ainda mostrar que você entende do assunto? Então, pode apostar nos webinars. Esse tipo de conteúdo é como uma palestra, conferência ou workshop, porém online.

Você aborda um determinado tema ligado a sua expertise e disponibiliza um chat ou campo de comentários para que as pessoas possam participar e fazer perguntas. O conteúdo e a qualidade das respostas resultará em autoridade para você e a sua marca.

Atualmente, há também a possibilidade de deixar os webinars gravados. Dessa forma, o próprio interessado escolhe em qual horário fica melhor para assistir e você manda o link da “sala” por e-mail.

Esse tipo de vídeo é ideal para geração de leads, mas também é muito forte para o engajamento e tomada de decisão, já que o visitante começa a ver sua empresa como autoridade no assunto.

2. Dicas ou “Como fazer”

Esse modelo de conteúdo é o queridinho de todas as audiências e pode ser entregue em formatos diversos.

Basicamente, você entrega a sua expertise gratuitamente para quem segue o seu conteúdo. Isso gera bastante credibilidade e a sua audiência passa a ver a empresa como uma especialista no assunto.

Uma agência de marketing digital, por exemplo, mostraria como atrair visitantes. Um escritório de advocacia pode apresentar dicas para a hora de assinar contratos. Enfim, há um mundo de possibilidades.

Em nosso blog temos três artigos que segue bem esse modelo, sendo ótimos guias para nossos leitores! Você pode conferir nos links abaixo:

3. Listas

Você percebe que este texto segue uma sequência de tópicos em lista?

Quase tudo pode ser listado e as pessoas adoram esses tipos de conteúdo, porque é fácil de consumir (seja ler, assistir ou ouvir).

Geralmente, o visitante faz uma espécie de escaneamento no texto, que é aquela leitura rápida e superficial, para saber se vale a pena continuar lendo. Desse modo, um conteúdo entregue em lista facilita a permanência na página e, consequentemente, o engajamento.

Veja também esse outro texto em lista. Certeza vai agregar ao seu conhecimento.

4. Casos de sucesso

Conhecido também como cases, esse conteúdo gera muita credibilidade. Isso porque, faz a audiência realmente confiar, se tornar cliente e indicar para o seu ciclo social.

É muito bom para o momento de engajamento e decisão de compra/fechamento de contrato. O motivo é bem simples: ao apresentar um caso de sucesso sua empresa mostra que sabe fazer.

A justificativa é simples. As pessoas não querem saber apenas quem são os seus clientes, querem entender qual o resultado eles estão obtendo com a sua empresa. Isso sim gera confiança!

Imagine um consultor empresarial que apresenta em seu site os bastidores de como resolveu uma enorme crise que estava impactando negativamente no fluxo de caixa de uma empresa cliente? Não precisa expor quem é o cliente — a não ser que haja permissão!

Desse modo, o conteúdo iniciaria com a apresentação do caso, ou seja, qual era o problema que fez a empresa buscar ajuda, a situação e condições atuais, o que poderia dar errado se não houvesse uma rápida resolução. Depois, seria interessante mostrar, ainda,  quais ações foram realizadas e, por último, o resultado vitorioso que o cliente conseguiu com sua ajuda.

5. Instagram Stories

O Instagram Stories, seja foto ou vídeo, fica disponível por apenas 24 horas. O tempo de exibição é bem curto, são apenas 15 segundos, mas tipos de conteúdo como este possibilita muita interação. Além disso, o aplicativo disponibiliza o uso de emotions, ícones, gifs etc. Veja só como você pode usar o stories na sua estratégia digital.

  • Faça enquetes;

  • grave uma sequência de vídeos de 15 segundos mostrando algo relevante para sua audiência. Pode ser dicas, informação sobre um assunto  ou acontecimento novo. Você pode mostrar também o dia a dia de trabalho. Fotos ou vídeos em eventos, palestras e reuniões;

  • aponte links para uma página que você quer que o visitante veja. Se você tem um novo artigo ou vídeo, por exemplo, pode informar isso no stories e disponibilizar o link de acesso.  

Use a criatividade! Só não vale deixar essa função de fora da sua estratégia digital. Mesmo os profissionais vistos com certa intimidação pelo público, como médicos, advogados e engenheiros, já fazem uso dessa ferramenta.

6. Blog post educativo

Há pessoas que não sabem que precisam do seu serviço e aquelas que sabem que precisam, porém estão na fase de decisão. O blog post educativo é perfeito para esses momentos.

Nesse tipo de texto, mais do que atrair, a sua empresa vai educar o visitante, torná-lo consciente e pronto para decidir.

Em nosso blog, por exemplo, publicamos um texto sobre auditoria de imagem. O conteúdo explica o que é, quais os benefícios, o funcionamento do processo e como identificar se você precisa ou não desse serviço.

Chegamos ao fim! Citamos 6 tipos de conteúdo que podem agregar (e muito) a sua estratégia digital. Não se esqueça de sempre avaliar os resultados. Afinal, essas alternativas facilitam a mensuração do retorno de suas ações, possibilitando que você melhore sua estratégia cada vez mais.

Sugerimos que você complemente esse conhecimento que acabou de adquirir com um outro blog post que fizemos especialmente sobre a comunicação digital. Até lá!

No Comments
Post a Comment