Partners Comunicação Pro Business

Fique atento à identidade visual para construir a imagem da empresa

Ao iniciar um negócio, muitos pensam no produto que irão vender, nos equipamentos necessários para a produção, no local onde se estabelecerão e no nome que terá a empresa. No entanto, a maioria dos empreendedores acaba se esquecendo de um detalhe importante: a identidade visual.

Antes de entrarmos nessa questão, vamos explicar o que significa e como funciona esse termo. Identidade visual é um conjunto de elementos gráficos que diferenciam qualquer coisa de outra.

Esse sistema de identificação funciona por meio de uma padronização de elementos visuais. Por exemplo, uma pessoa que escolhe suas roupas de acordo com um padrão chama mais atenção do que alguém que simplesmente usa qualquer roupa que encontrou no armário. Diversos tipos de pessoas conseguem adotar um estilo diferenciado com roupas simples, apenas seguindo padrões de cores ou cortes.

É assim que funciona a identidade visual de uma empresa: elementos gráficos, cores, letras, imagens e padrões que agregam estilo e reconhecimento à marca formam uma unidade visual. É a primeira mensagem que chega aos olhos do cliente.

Os principais componentes de uma identidade visual são logotipo, símbolo, padrão cromático, papelaria e material promocional. Saiba mais sobre cada um:

1 – Logotipo

Um logotipo bonito e coerente é aquele que fica na memória do consumidor. Você consegue se lembrar do logotipo da Coca-Cola facilmente, certo? O logotipo precisa ser extremamente funcional. Por exemplo: o logotipo de um hospital precisa ser grande, claro e legível caso alguém sofra um acidente e precise achar rapidamente um lugar para ser socorrido.

2 – Símbolo

Já o símbolo pode completar ou até substituir o logotipo. Alguns exemplos memoráveis são a Nike e a Apple. Não é necessário nenhum tipo de texto, apenas o símbolo já é facilmente reconhecido em produtos e campanhas publicitárias.

3 – Padrão cromático

As cores que a marca adotará em banners, embalagens, documentos, cartões e até na decoração do ambiente formam o padrão cromático. Cada cor passa um tipo diferente de sensação, e a combinação entre elas possui grande poder de persuasão. Por exemplo: as cores amarelo e vermelho, quando juntas, provocam sensação de fome e euforia. Por isso, quando usadas na identidade visual de um restaurante, atraem facilmente os clientes.

4 – Papelaria e material promocional

A papelaria e o material promocional servem para completar esse gerenciamento. Um documento timbrado com envelope personalizado traz credibilidade à empresa, assim como um brinde ou press kit a aproximam do seu público.

Um sistema de identificação visual adequado não só agrega valor a uma marca como apaixona e inspira os clientes. Marcas fortes e consolidadas geralmente são as que se preocupam com a gestão de sua identidade, investindo inclusive no próximo passo: o branding, que consiste numa gestão mais aprofundada dessa imagem.

Fato é que unificar a identidade visual é garantir tanto uma boa primeira impressão quanto a construção da familiaridade da empresa ou produto no mercado.

Quer saber mais sobre branding? Acesse o glossário que preparamos com os 16 termos de branding que, com certeza, garantirão o sucesso de sua marca.