Partners Comunicação Pro Business

pexels-photo_1.jpg

Crise nas empresas se combate com comunicação fortalecida

Nos dias em que a crise bate à porta, quando as vendas derrapam e a produção encarece, a primeira ordem nas empresas é cortar custos. Nada a questionar. Se as receitas desabam, os gastos também precisam ir abaixo. Alguns gestores, porém, erram o foco e atacam justamente as ferramentas que lhe trariam o impulso para a retomada do crescimento.

Entre essas ferramentas, uma das mais vitimizadas é a comunicação corporativa.

Eles não poderiam estar mais enganados. Enfraquecer a comunicação é tornar mais difícil o momento ruim. Não por ser ali o berço de novas ideias produtivas ou o gabinete onde estão os planos para baratear os insumos. Mas simplesmente porque ela traz à tona todas essas possíveis soluções.

Há uma série de iniciativas vitais à empresa que só a comunicação pode desempenhar. Aí vão quatro delas.

1 – Esclarecer

De início, a comunicação consegue eliminar os ruídos. Em dias de crise, eles costumam se espalhar entre os diferentes públicos. Empregados questionam demissões. Imprensa especula vendas de ativos. Acionistas duvidam sobre a capacidade de recuperar mercado. A adoção de um discurso único e firme conseguirá vencer os boatos. E cabe aos profissionais de comunicação construir e difundir esse discurso.

2 – Engajar

Uma empresa que abre mão da comunicação acaba também descartando o mecanismo capaz de motivar sua força de trabalho. E não se engane. Empregados engajados são, de longe, o principal vetor para conquistar resultados melhores. Para engajar, a comunicação pavimenta as redes de diálogo. Muitas vezes, boas ideias são deixadas de lado porque as pessoas não encontram meios para explicá-las. É sempre bom dar voz a quem quer ajudar.

3 – Aproximar

A comunicação ainda promove a aproximação com o público externo. Com revistas, informes e mídias sociais, por exemplo, se chega a mais clientes e de forma mais assertiva. Melhora também a parceria com os fornecedores, e não apenas para renegociar dívidas ou coisas do gênero. Por conhecerem muito do mercado, eles podem apontar caminhos até então desconhecidos para reconquistar resultados.

Outra ação relevante é a assessoria de imprensa. Toda instituição precisa estabelecer um bom relacionamento com os jornalistas, para que eles a enxerguem como fonte confiável.  Assim que qualquer ruído surgir, eles com certeza a ouvirão.

4 – Fortalecer

Por conta desse movimento de aproximação e também pela força de engajamento, a comunicação acaba se tornando o molde para a imagem da companhia. Não é pouca coisa. A imagem diz como a empresa é percebida, um conceito que carrega a sua história e os seus valores. Dependendo do nível da crise, será justamente a marca (e a reputação por trás dela) o barco que resgatará todos do naufrágio.