Partners Comunicação Pro Business

Comunicação governamental: Quais as melhores estratégias comunicacionais para a legitimação governamental

Comunicação governamental: Quais as melhores estratégias comunicacionais para a legitimação social

A tendência global de transformação das redes sociais, especialmente o Twitter, em canais “oficiais” do governo nos leva a questionar acerca das melhores – e mais adequadas – estratégias de comunicação governamental para não só dar mais credibilidade ao ente detentor do poder, mas a fim de transmitir, com clareza, o objetivo das ações e medidas implementadas, e de preferência com o apoio da opinião pública.       

Neste post, vamos listar algumas dessas estratégias, além de explicar como elas tendem a influenciar diretamente o posicionamento digital para governo.  

Ações internas de comunicação governamental a serem executadas

O planejamento é o passo mais importante antes de definir as ações internas que serão executadas pelo governo. Esse plano deve necessariamente definir a equipe que irá lidar diretamente com a comunicação em todas as suas frentes. 

Desde o profissional que irá atuar como porta-voz, até aqueles que irão lidar com a imprensa, com a população, com as demais instituições e a gerência de crises, estabelecendo a linguagem mais apropriada para atingir cada público-alvo.    

 

Posicionamento de instituições governamentais nos canais digitais 

Além de clara, a comunicação corporativa deve procurar ser eficiente. E isso se reflete no posicionamento nas redes sociais, blogs e portais oficiais. Para legitimação de suas atividades, as instituições devem seguir as regras de cada canal, falando na linguagem ideal para atingir seu público, sempre fornecendo dados oficiais que comprovem o que está sendo dito.    

Abrir ou não novos canais de comunicação digital? 

A decisão sobre abertura de novos canais de comunicação digital deve ser feita com base na necessidade que o governo tem de atingir determinado público até então não abrangido pelos meios tradicionais. Dessa forma, canais como YouTube, NetFlix e WhatsApp se tornam oportunidades (ainda pouco exploradas) para a comunicação governamental.   

Como deve se dar o relacionamento com a imprensa para instituições públicas

O relacionamento com a imprensa deve respeitar, acima de tudo, as características de cada veículo, bem como seus próprios “deadlines” (horário de fechamento da edição). Contar com um staff de comunicação ágil e preparada para conceder qualquer tipo de resposta demandada pelos jornalistas é um ponto que deve ser considerado.   

Quais os indicadores mais relevantes para pautar as ações do governo? 

Se um governo pretende se legitimar, ele não pode perder de vista o monitoramento da opinião de seu público. Isso inclui a promoção de ajustes, quando necessários, além de um gerenciamento de crises efetivo, capaz de lidar com as eventuais polêmicas, ou mesmo simples questionamentos levantados em alguma rede social pelos cidadãos/usuários. 

Entre os indicadores mais usuais, podemos citar: 

  • net sentiment / sentimentalização; 
  • taxa de alcance e engajamento;
  • cálculo de saúde da marca, etc. 

Agora que você está por dentro da importância da execução de uma estratégia de comunicação governamental, chegou a hora de conhecer todo o potencial da comunicação digital, pro business, para destacar e legitimar as ações das administrações públicas. 

Nesse sentido, uma agência de comunicação como a Partners Comunicação Pro Business, com mais de 25 anos de atuação no mercado corporativo, poderá te ajudar com a melhor alternativa para sanar os desafios de seu negócio.