Partners Comunicação Pro Business

Comunicação mercadológica: como ela se complementa à institucional?

Muitos gestores se confundem sobre quais tipos de comunicação existem e quais devem ser trabalhados em uma empresa.

A comunicação institucional é uma das mais conhecidas e utilizadas, porém há outras que, apesar de diferentes, podem ser complementares.

A comunicação mercadológica, por exemplo, faz parte da comunicação integrada e auxilia no posicionamento e na valorização de uma marca.

Com o grande acesso à informação por parte do público, é imprescindível que as empresas se preocupem com a visibilidade e escolham os canais de comunicação certos para dialogarem com o seu público-alvo.

Sobre essa escolha, dois tipos de comunicação de destacam: a institucional e a mercadológica. Se você quer saber como elas se relacionam, não deixe de ler este post!

O que é a comunicação mercadológica?

A comunicação mercadológica é uma área da comunicação empresarial. Essa vertente é destinada à divulgação de produtos e serviços das empresas e conta com estratégias como o merchandising, promoções e exposições estratégicas em propagandas para aumentar as vendas.

Como ela tem o foco voltado para o aumento da receita, difere-se da comunicação institucional, que busca transmitir a identidade da corporação para os stakeholders.

Ou seja, na comunicação mercadológica o propósito é divulgar produtos, posicionar a marca, aumentar as vendas, criar preferências e encurtar processos de compra.

Já no caso da comunicação institucional, ela faz parte da gestão corporativa, do branding, e o objetivo é criar uma atmosfera positiva para a organização diante da sociedade, da imprensa e do público interno e externo.

Porém, mesmo sendo interdependentes, elas se relacionam na medida em que uma ação realizada em um setor impacta diretamente o outro.

Como desenvolvê-la?

Uma série de outras vertentes fazem parte da comunicação organizacional, como: comunicação mercadológica, administrativa, interna, institucional, entre outras.

Essas divisões significam que cada uma delas tem uma responsabilidade em vista do objetivo comunicacional.

Por isso, cada uma trabalha com um público específico, uma ferramenta e um objetivo.

Antes de traçar os objetivos da comunicação mercadológica, é preciso verificar alguns pontos. São eles os hábitos dos consumidores, o levantamento de venda por regiões, os problemas, as dificuldades da persona e como solucioná-los.

Uma vez realizado o diagnóstico do sistema, o profissional deve pensar em ações criativas que fortalecerão o relacionamento entre marca e clientes e aumentarão as vendas.

Essas ações podem ser realizadas com propaganda, merchandising, realização de eventos e publicidade.

Vale ressaltar que além dessas ações, é importante aliar os planos de promoção com as novas mídias e o marketing digital.

Como realizá-la de forma eficaz?

Veja como aplicar algumas estratégias na comunicação mercadológica.

Publicidade e propaganda

A publicidade refere-se à divulgação geralmente espontânea de uma empresa, produto ou serviço.

Um exemplo prático é o famoso boca a boca. Isso acontece quando uma pessoa conhecida cita sua marca mesmo sem receber nada por essa citação.

No caso da propaganda, ela é sempre paga e, normalmente, veiculada na TV, no rádio, em revistas, outdoors ou banners na internet.

Por ser apresentada em mídias repetitivas e com grande público, no caso da TV e do rádio, as chances de o consumidor lembrar da marca são grandes.

Promoção de vendas

A promoção de vendas é uma estratégia pensada para aumentar as vendas em um determinado período. Por isso, ela tem prazo definido para começar e terminar.

Ela pode ser feita por meio de cupons de descontos, amostras ou concursos que incentivem a compra.

Eventos

Investir em eventos também é uma estratégia da comunicação mercadológica. Esses encontros possibilitam que a marca conheça e interaja com consumidores e potenciais clientes de forma natural.

Merchandising

O merchandising busca apresentar e repassar informações sobre produtos disponíveis nos pontos de vendas. O objetivo é que as mercadorias sejam diferentes e atrativas em relação à concorrência.

Assim, a rotatividade aumenta e os custos de venda diminuem.

Dessa forma, fica claro que entender a comunicação e todas as suas vertentes é imprescindível para realizar um bom trabalho comunicacional.

Além disso, é preciso entender como a comunicação institucional aumenta a confiabilidade do negócio e como a mercadológica promove ações que reforçam a importância do produto.

Assim, será mais fácil integrar ações e obter bons resultados.

Se você se interessou pelo assunto, mas não sabe por onde começar, que tal ler nosso post sobre o trabalho desenvolvido por uma agência de comunicação?